Segunda, 21 de Setembro de 2020
61 00000000
Anúncio
Saude .

Plantas do Cerrado: benefícios da Amora branca (Morus alba)

Autores: Farm. Mônica Alcântara Alves e Farm. PhD. Alvaro Galdos

17/02/2017 16h56
223
Por: Publica DF Fonte: Figura 1 Planta Amora branca (Morus alba). Fonte: Alves et al. (2015).
Plantas do Cerrado: benefícios da Amora branca (Morus alba)

A incidência de resistência a antibióticos cresce a cada ano no país e no mundo. De acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde, as doenças cardiovasculares lideram as causas de morte no mundo, particularmente em mulheres. Além disso, as doenças infecciosas e parasitárias são a segunda causa de morte, com 15,6% em mulheres e 16,7% em homens. As pesquisas com plantas medicinais são importantes, pois assim podemos garantir maior segurança em tratamentos realizados com produtos naturais e até encontrar a cura para alguma doença crônica que afeta a população mundial. O Cerrado brasileiro é o segundo maior bioma da América do Sul sendo reconhecido como a savana mais rica do mundo. Neste, podemos encontrar diversos tipos de plantas que a população utiliza como alternativa no tratamento para diversos tipos de doenças. A amora branca ou amoreira, pertence à família Moraceae e com nome científico Morus alba, pode ser encontrado neste tipo de Bioma. Esta espécie é reconhecida por possuir propriedades, tais como, diurética, anti-inflamatória, antitussígena, expectorante, analgésica, hipoglicemiante, reduz os níveis de colesterol, age no tratamento da anemia e constipação. Em estudos realizados pelo grupo de pesquisas de plantas medicinais do Cerrado do curso de farmácia da Faculdade Anhanguera de Brasília, a Morus alba apresentou presença de compostos de interesse medicinal. Em parceria com o laboratório de Controle de Qualidade e Produtos Naturais da Universidade de Brasília (UnB) a planta demonstrou expressiva atividade antioxidante quando comparada com o ácido ascórbico (vitamina C), o que futuramente pode auxiliar no tratamento de doenças causadas pelo estresse oxidativo. Também foram realizados testes para verificar a atividade antimicrobiana e com resultados positivos frente à bactéria Staphylococcus aureus que é considerada como uma superbactéria hospitalar.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias