Sábado, 25 de Junho de 2022
61 00000000
Anúncio
Geral Distrito Federal

Força-tarefa combate a dengue em Santa Maria

Mais de 100 servidores de vários órgãos do GDF participaram da mobilização que orientou moradores, que contou ainda com testagem rápida de HIV,

25/05/2022 19h20
15
Por: Publica DF Fonte: Agência Brasília
Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília
Foto: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

Uma grande ação integrada de saúde envolvendo vários órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) foi realizada na manhã desta quarta-feira (25), em Santa Maria. Ao todo, mais de 100 servidores da administração regional local e do Gama, agentes da Vigilância Ambiental, o DF Legal e o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) participaram do evento, que contou também com testagem rápida de HIV, sífilis e hepatite B/C, além de vacinação antirrábica.

Trabalho educativo levou à população informações sobre como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Brasília
Trabalho educativo levou à população informações sobre como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

O carro-chefe do encontro, articulado pelos Grupos Executivos Intersetoriais de Gestão do Plano de Prevenção, foram os trabalhos de orientação e combate à dengue. Para tanto, agentes da Vigilância Ambiental saíram, de porta em porta, não apenas alertando os moradores sobre vistorias no quintal, mas também combatendo a proliferação de larvas e mosquitos com inspeções, aplicações focais de pequenas quantidades de larvicidas e até atuação do tradicional fumacê.

Agentes da Vigilância Ambiental saíram de porta em porta conscientizando os moradores e combatendo focos de larvas e mosquitos
Agentes da Vigilância Ambiental saíram de porta em porta conscientizando os moradores e combatendo focos de larvas e mosquitos

A comitiva passou pelos bairros Setor Habitacional Ribeirão, Etapa 5, Quadra 6, Área Especial 21, além do Condomínio Porto Rico. “No DF, os casos de dengue são uma realidade. Então, sempre temos que fazer essas ações para conscientizar as pessoas, buscando a prevenção”, salientou Roberto Cortes, superintendente da Vigilância Ambiental na Região de Saúde Sul, que engloba as cidades do Gama e de Santa Maria. “A melhor forma de combater a dengue é a conscientização da população”, reforçou o servidor.

Chefe da Vigilância Ambiental na Região de Saúde Sul, Suely Duarte destaca a importância do engajamento da sociedade no combate ao Aedes aegypti
Chefe da Vigilância Ambiental na Região de Saúde Sul, Suely Duarte destaca a importância do engajamento da sociedade no combate ao Aedes aegypti

Um alerta relevante. Todas as Unidades Básicas de Saúde da região do Gama têm disponíveis para a população salas de hidratação e ofertas gratuitas do exame que detecta a dengue. “Todas as equipes das UBS estão preparadas para fazer esse tipo de atendimento”, disse Roberto Cortes.

O trabalho de combate aoAedes aegyptino DF ocorre, diariamente, o ano inteiro pelo GDF. A realização de eventos como esse, que conta com a mobilização de vários atores da saúde, ajuda na mobilização da população na ação contra a dengue. Para a chefe da Vigilância Ambiental na Região de Saúde Sul do DF, Suely Duarte, o engajamento da sociedade é vital para derrotar o mosquito. “Já está comprovado que os principais focos estão dentro da residência, nos quintais”, afirmou a agente.

“O papel do agente é chegar, orientar, mostrar o cuidado que cada um tem que ter, mas quem cuida da sua própria casa é o morador. Cada um tem que tirar dez minutos do seu dia por semana para ver essa questão”, convocou Suely.

Como a maioria dos casos no DF é de reincidências, ou seja, com casos repetidos no mesmo local, uma equipe do DF Legal foi acionada para notificar os moradores que não fizeram o dever de casa. Dono de um espaço comercial próximo à Creche Renascer, José Messias, 75 anos, foi vítima do mosquito duas vezes. “Eu e minha mulher não escapamos desse maldito, então é ótimo esse trabalho do governo para combater a dengue aqui na cidade, a gente agradece muito”, elogiou.

Maria da Saúde, 72, ensina o que fazer para derrotar o mosquito: “Quando o carro do fumacê passa pela minha rua, abro todas as janelas e portas para deixar essa fumaça do bem tomar conta de tudo”
Maria da Saúde, 72, ensina o que fazer para derrotar o mosquito: “Quando o carro do fumacê passa pela minha rua, abro todas as janelas e portas para deixar essa fumaça do bem tomar conta de tudo”

Cheia de bom humor, Maria da Saúde, 72 anos, carrega no nome a força para enfrentar o perigo que vem pelo ar. “Menino, a gente enfrentou com coragem essa pandemia, não vai ser diferente com a dengue”, comentou. “É só cada um fazer a sua parte. Quando o carro do fumacê passa pela minha rua, abro todas as janelas e portas para deixar essa fumaça do bem tomar conta de tudo”, ensinou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias