Quarta, 25 de Maio de 2022
61 00000000
Anúncio
Senado Federal Senado Federal

Subcomissão volta a debater crise na educação causada pela pandemia

A subcomissão que debate saídas para a crise na educação causada pela pandemia de covid-19 volta a se reunir nesta segunda-feira (16), a partir das...

13/05/2022 15h21
10
Por: Publica DF Fonte: Agência Senado
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

A subcomissão que debate saídas para a crise na educação causada pela pandemia de covid-19 volta a se reunir nesta segunda-feira (16), a partir das 10h. O colegiado ouvirá, em videoconferências, o professor Naércio Menezes Filho, vinculado ao Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), e o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Luiz Miguel Martins Garcia.

Na pauta, a continuidade da retomada das aulas presenciais, com foco na garantia de acesso à educação a todos na faixa etária obrigatória. A ampliação do acesso nas demais etapas, com prioridade na busca ativa a alunos que abandonaram os estudos — a chamada evasão escolar — é outro foco da reunião.

Vinculada à Comissão de Educação (CE), a subcomissão é presidida por Flávio Arns (Podemos-PR) e tem Zenaide Maia (Pros-RN) como relatora.

O público pode participar da audiência pública enviando comentários e perguntas, por meio do Portal e-Cidadania (veja abaixo). Os comentários e perguntas serão lidos durante o debate, podendo ser respondidos por senadores e especialistas.

Como participar

O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e?Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e?Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias